Livros e Publicações Preste Atenção! Reportagens Especiais Caricaturas Parceiros Destaque Coberturas Entrevistas Lançamentos Home
CD: ATTOMICA – THE TRICK

Postado 23 de maio de 2019 às 22:58

Share |

ATTOMICA

The Trick

Independente – Nacional

 

O Attomica é uma das maiores e mais longevas bandas de Thrash Metal no Brasil, e que mesmo após várias formações e tendo até uma pausa em sua carreira, continuam mantendo suas raízes do Thrash Metal desde 1985.
“The Trick” é o último lançamento da banda, que antes havia lançado o álbum “IV”, em 2012. E de lá para cá, tiveram vários acontecimentos na história da banda. Houveram mudanças na formação, e a perda trágica do vocalista Alex Rangel em um acidente de moto, no ano de 2015.

Durante esse período, a banda procurou se restaurar. Com isso, o baixista e co-fundador André Rod assumiu o posto de vocalista, algo que não fazia desde o álbum “Limits of Insanity”.

 

Algo que diferencia esse de outros álbuns da banda é a técnica apresentada nele. Nos álbuns anteriores, o Thrash Metal estava bem mais evidente. Em “The Trick”, foi mais explorada a técnica de cada músico, mais ainda sim sem perder suas raízes do Thrash.

O álbum já começa com “Give me The Gun”, que é a música mais rápida do disco. Uma verdadeira aula de Thrash Metal, iniciando com um solo de bateria que se estende até o riff inicial, tendo uma mudança no ritmo ao decorrer da música.

Logo em seguida, “Feeling Bad, é uma faixa mais lenta em relação à primeira, mas sem perder o peso, com grandes riffs de guitarra.
“Kill the Hero” é uma das faixas que ganhou videoclipe. Uma música cadenciada, contendo um refrão marcante, e destaque ao trabalho da “cozinha”, que está incrível!

“The Last Samurai”  foi regravada para o “The Trick”, agora apenas com uma guitarra, e conseguindo manter o peso da versão original (conseguindo ser até melhor, na minha opinião), e conseguindo melhorar o vocal de André em relação à primeira gravação, que agora possui um peso, técnica e qualidade maior.

“The Trick / You Bet” é a faixa mais longa do álbum, e a que dá título ao próprio. Nessa faixa, destaco principalmente o trabalho de guitarra e bateria dos novos integrantes Argos Danckas e Marcelo, que entraram em 2014, e estão cumprindo muito bem os seus postos na banda. Essa música possui belos solos, com muita técnica e peso, características que definem bem a sonoridade desse álbum. A parte acústica ao final da música é outro destaque a parte, também executada por Marcelo, cheia de melodia e feeling.

“Endless Cycle” é a música mais diferenciada do disco, ainda sim não deixando de ser sensacional. A faixa inicia com uma parte acústica melódica, e vai seguindo o mesmo ritmo com a entrada do vocal. Na metade da faixa, ocorre uma mudança, fugindo daquela parte melódica e começando um instrumental pesado e agressivo, que segue até o fim da faixa.

“Land of Giants” é a única faixa totalmente instrumental do álbum, em que os músicos apresentam todas as suas técnicas em seus instrumentos, com muito peso, agressividade e técnica.

“Mistery” é a última faixa do disco, e a última gravação de Alex Rangel. Além de Rangel e os integrantes da formação atual do Attomica, também está presente nessa faixa o guitarrista Thiago Donizeth, que saiu antes da gravação do álbum. A letra dessa música é sensacional, com reflexões sobre a vida. E a interpretação de Alex nessa faixa é divina. Uma grande tributo a este vocalista que foi de grande importância na história do Attomica!!

De considerações finais, “The Trick” foi um dos grandes lançamentos do ano de 2018, e um marco na carreira do Attomica, por ser um álbum técnico, e que manteve o peso e originalidade da banda, que segue a tantos anos na luta pelo Heavy Metal no Brasil!

Por Mateus Freire

lancamentos